POLÍCIA CIVIL CONCLUI INQUÉRITOS POLICIAIS REFERENTES AO ROUBO PRATICADO CONTRA BANCO DE CAMPESTRE DA SERRA

A Delegacia de Polícia de Campestre da Serra concluiu na data de hoje 02 (dois) Inquéritos Policiais referentes ao Roubo praticado contra a Agência do Banco do Brasil da cidade de Campestre da Serra.

 

O fato ocorreu no dia 02 (dois) do corrente mês de fevereiro,  quando 04 (quatro) homens fortemente armados com Espingardas, Rifle, Carabina, pistolas e revólveres, invadiram o Banco do Brasil da cidade de Campe

realizarem um “Cordão Humano” na frente da Agência. Após, os bandidos fugiram do  local  levando a Subgerente do stre da Serra e roubaram do local aproximadamente R$ 89.000,00 e  as armas e coletes  dos Vigilantes da Agência Bancária.

 

Durante a Ação, os criminosos  efetuaram disparos   dentro da Agência e contra  Dois Policiais Militares, além de Banco como Refém.

 

Logo após o roubo, POLICIAIS CIVIS  das  Cidades  de Campestre da Serra e de Vacaria, com o apoio de POLICIAIS CIVIS  que participam da OPERAÇÃO COLHEITA, realizaram inúmeras diligências, até que conseguiram prender o homem identificado como  ÁLVARO JOSÉ ZORZI, o qual confessou sua participação no Crime , indicou nomes de outros envolvidos e o local aproximado utilizado pelos bandidos para se esconder após o fato.

 

Após inúmeras diligências, mas tendo como ponto de partida as importantes e fundamentais informações repassados pelo Criminoso  inicialmente preso pela POLÍCIA CIVIL, no dia 04 (quatro) do corrente mês POLICIAIS MILITARES conseguiram prender outras 06 (seis) pessoas envolvidas no ROUBO, identificadas como  AGRIPINO BRIZOLA DUARTE, REGINALDO CORREA DA SILVA,  GABRIEL FIORENTINI, EDUARDO DE JESUS, GERUSA ZUCCO E ROSA GORETE SETEMBRINA DOS SANTOS.

O líder do Bando, identificado como AGRIPINO BRIZOLA DUARTE, vulgarmente conhecido como “VÉIO”, que possui antecedentes por ROUBO A BANCO, ROUBO A ESTABELECIMENTO COMERCIAL, ROUBO A RESIDÊNCIA, ROUBO A VEÍCULO, RECEPTAÇÃO E OUTROS CRIMES, vem sendo preso e solto a  27 (VINTE E SETE) ANOS. Sua primeira prisão   pela prática do crime de Roubo ocorreu no ano de 1988. AGRIPINO já esteve preso nos Presídios de NOVO HAMBURGO, PORTO ALEGRE, CHARQUEADAS, SANTA ROSA, LAJEADO, VIAMÃO, CAXIAS DO SUL e, agora, VACARIA.

 

Nos Inquéritos Policiais, que foram concluídos pela  POLÍCIA CIVIL no dia de hoje e serão entregues ao PODER JUDICIÁRIO  na próxima quarta-feira,  após o feriado de Carnaval,  foram realizados indiciamentos pela prática dos Crimes de ROUBO TRIPLAMENTE MAJORADO,  ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA E TENTATIVA DE HOMICÍDIO.

 

O indiciados, que permanecem presos, se condenados, ficarão sujeitos a penas que, pelos três crimes, poderão chegar a  24 (Vinte e quatro) anos de prisão.

Flademir Paulino de Andrade,

Delegado de Polícia Substituto.

 


Compartilhe este post.
Bookmark e Compartilhe
Tags:,

Nenhum Comentário Quero comentar!

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Autor desta matéria

Everaldo Camargo

Diretor Geral, mora em Bom Jesus-RS
Posts Facebook E-mail

Dados desta matéria



Anuncie

Quer ver sua empresa no Portal Mister Kanú?

Acesse Quem Somos > e solicite maiores informações.

Colabore

Quer ter seu texto publicado no site?

Acesse a página Faça Contato > e veja como.