Polícia Civivil conclui a investigação referente ao roubo e morte em Campestre da Serra

14910444_1501036346579355_7531377056270214560_n

Polícia Civil conclui a investigação do Sr. Waldomiro Tavares, 78 anos, vítima de roubo com morte dia 07/07/2016, por volta das 22 horas, em Campestre da Serra.
Na ocasião, ele foi surpreendido enquanto dormia. Foi agredido com insistentes golpes de revólver em punho contra sua cabeça, até desfalecer, vindo a morrer por traumatismo craniano.

14925678_1501036076579382_3051144105019059203_n
O grupo pretendia encontrar R$ 400.000,00 em espécie, valor que estaria embaixo do colchão, no roupeiro ou numa estante…
Os criminosos, que são de Vacaria, estiveram cinco vezes em Campestre para realizar o levantamento, planejar o crime e em duas oportunidades já para praticá-lo, desistindo em razão de movimentação.
Cinco pessoas tiveram prisões temporárias decretadas.
Depois de três meses de investigações sigilosas, a Polícia Civil localizou e prendeu Paulo Cesar Paim da Silva em Cuiabá-MT, e outra equipe prendia, simultaneamente, Carlos Augusto Freitas Soares, em Pelotas.
Luiz Cláudio Vieira foi o último a ser preso, em Passo Fundo, na terça-feira.
O Inquérito Policial, que tem cerca de 1.000 páginas, e todas as provas nele produziram conclusões seguiras:
1. O mentor do roubo foi Luiz Claudio, ex-genro da vítima, Engenheiro Civil, tinha convicção que a vítima mantinha 400.000,00 na casa; ele passou as informações, levou o grupo até Campestre,onde apontou a casa, orientou como poderiam ingressar e fez um croqui interno da residência e instigou à prática do roubo.14908203_1501036709912652_7699971227679037571_n
2. O responsável por cooptar os autores diretos, e pessoa que levou comparsas cinco vezes a Campestre, inclusive na noite do crime, foi o comerciante Paulo Cesar Paim dos Santos, também conhecido como Paulo Vaca.
3. O autor direto do crime foi Carlos Augusto Freiras Soares, então empregado de Paulo Cesar no Parque das Araucárias. Ele foi levado por Paulo Cesar, que o deixou na BR 116, foi até a casa, ingressou conforme o combinado e, ao anunciar o roubo, teve a inesperada reação da vítima.
Todos os três foram presos e estão recolhidos no Presidio Estadual de Vacaria.
O Inquérito Policial será remetido hoje à Justiça.
A Polícia Civil faz agradecimentos à Brigada Militar, pelo trabalho sempre integrado na região e à Excelentissíma Juíza de Direito da Comarca de Vacaria, Servidores da Primeira Vara Criminal e à Promotora e Assessoria da Primeira Promotoria Criminal, pois a complexa investigação somente alcançou êxito em razão da compreensão e celeridade de questões que estão sob proteção constitucional e exigem a intervenção Judicial e Ministerial.
Demonstra louvor público à equipe de trabalho, composta pelo Escrivão Airton, Inspetora Karine e Inspetor Guiarone, e ao apoio pontual e qualificado de outros policiais quando se fez necessário.
Reconhecimento também a todos os policiais civis dos demais setores, Delegados e Agentes, que continuaram “carregando o piano” trabalhando na invencível carga diária em seus setores, sejam eles Gabinetes, Seção de Investigações, Cartórios e Plantão, enquanto a investigação transcorria.

Delegacia de Polícia Civil de Vacaria

 

PUBLICIDADE

republica-do-sapato


Compartilhe este post.
Bookmark e Compartilhe

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Autor desta matéria

Everaldo Camargo

Diretor Geral, mora em Bom Jesus-RS
Posts Facebook E-mail

Dados desta matéria



Anuncie

Quer ver sua empresa no Portal Mister Kanú?

Acesse Quem Somos > e solicite maiores informações.

Colabore

Quer ter seu texto publicado no site?

Acesse a página Faça Contato > e veja como.